quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

The Moon Christmas

Kepler descobre primeiros exoplanetas do tamanho da Terra


Chamam-se Kepler-20e e Kepler-20f, e apesar de estarem sujeitos a temperaturas impensáveis são a prenda de Natal dos astrofísicos. Os dois exoplanetas, que giram muito perto da sua estrela mãe, situada a cerca de 950 anos-luz de distância, são os primeiros planetas do tamanho da Terra que foram encontrados fora do nosso Sistema Solar.

“É o início de uma era”, disse Francois Fressin, o primeiro de uma lista extensa de autores que produziu o artigo. O cientista trabalha em Harvard, no Smithsonian Center for Astrophysics, em Massachusetts, Estados Unidos. “Em breve seremos capazes de detectar este tipo de planetas à volta de outras estrelas e a outras distâncias”, disse citado pela Nature num artigo noticioso. Ler o resto da notícia. (Retirado do Público, 21 de Dezembro de 2011)

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

UNESCO desafia alunos a encontrar soluções para salvar a Terra


A UNESCO acaba de lançar um concurso dirigido às escolas públicas do 1º 2º e 3º ciclo de Lisboa onde os alunos são convidados a encontrar, nos próximos seis meses, soluções para a saúde do planeta Terra. As propostas mais criativas vão constar no último capítulo de uma narrativa intitulada «Terra Vita Sadia». Mais informações aqui.

When does the screen saver come on?

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Higgs: His out there

Chuva de estrelas mais potente do ano alcança esta noite o seu máximo esplendor



Esta madrugada, a chuva de meteoros Gemínidas, a mais potente do ano, terá a sua actividade máxima, podendo ser observada até 17 de Dezembro a partir de quase todos os lugares da Terra.
Junte a sua família e olhe para o céu. Verá que vale a pena. :)
Mais informações aqui e aqui.

Just take a moment...



(Sigur Rós - Njosnavelin)

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Descobertos os dois maiores buracos negros de sempre


Ficam a centenas de milhões de anos-luz da Terra, em duas galáxias imensas e muito brilhantes. A descoberta foi publicada na Nature por Nicholas McConnell e Chung-Pei Ma, investigadores da universidade de Berkeley, nos Estados Unidos.Um dos buracos negros encontra-se no centro de uma galáxia muito brilhante designada NGC 3842, e tem 9,7 mil milhões de vezes a massa do Sol. O outro pode ser ainda maior. (Retirado do DN, 6 de Dezembro de 2011).

Mais informações aqui.

NASA descobriu novo planeta habitável

A NASA confirmou, esta segunda-feira, a existência de um planeta na zona orbital habitável do sistema planetário Kepler 22, a 600 anos-luz da Terra, no qual poderá haver condições para a formação de água em estado líquido.

Com esta descoberta, sobe para três o número de planetas fora do Sistema Solar em zona orbital habitável. Segundo as agências internacionais de notícias, é a primeira vez que a agência espacial norte-americana confirma a existência de um planeta numa zona orbital habitável fora do Sistema Solar. Ler o resto da notícia. (Retirado do Público, 6 de Dezembro de 2011)

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Moon

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Night view

Experiência com resultados polémicos foi repetida À segunda vez, os neutrinos continuam mais rápidos que a luz



Pela segunda vez, os neutrinos disparados a partir do acelerador de partículas do CERN, na Suíça, chegaram ao laboratório subterrâneo de Gran Sasso, em Itália, cerca de 60 nanossegundos mais rápido do que a velocidade da luz.
O mistério das partículas subatómicas que podem contradizer Einstein continua. Ler o resto da notícia. (Retirado do Público, 18 de Novembro de 2011)

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Moon Close up



O relevo da Lua pode agora ser conhecido com muito mais precisão. A agência espacial norte-americana NASA acaba de divulgar um mapa topográfico de alta resolução, que revela as saliências e depressões de quase todo o satélite natural da Terra a uma escala nunca alcançada: 100 metros por cada píxel da imagem. Ler o resto da notícia. (Retirado do Público, 17 de Novembro de 2011)

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Christmas tree

Time Lapse - Earth view from ISS

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Sunrise over Rehoboth Beach

Changing Education Paradigms

Asteróide vai passar mais perto do que a Lua

Corpo com 400 metros de diâmetro vai estar amanhã a 325 mil quilómetros da Terra, que não corre perigo.

O céu de amanhã à noite vai estar mais preenchido. O elemento temporário é um megasteróide que vai passar a 325 mil quilómetros da Terra. Esta é a primeira vez desde 1976 que um corpo deste tipo passa tão perto do nosso planeta e só se voltará a repetir em 2028. Apesar dos 400 metros de diâmetro e das muitas toneladas de peso, não há qualquer risco de colisão com a Terra. (Retirado do DN, 7 de Novembro de 2011)

Orange Sun Oozing

domingo, 6 de novembro de 2011

Simple Science

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Math Homework

terça-feira, 18 de outubro de 2011

10 Questions for Stephen Hawking

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Greatest Equations

Thank A Teacher

Take a moment... and thank your teacher. I have many things and people to thank for. :)

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Spacelab: YouTube à procura dos cientistas do futuro


O popular site de partilha de vídeos, YouTube, acaba de lançar um novo concurso destinado a jovens entre os 14 e os 18 anos que pretendam ver realizada uma determinada experiência científica a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS).

Sozinhos ou em grupos que podem ir até três pessoas, os participantes do "Space Lab in YouTube " só têm de realizar um vídeo até dois minutos, descrevendo uma experiência nos domínios das Ciências da Vida ou da Física (áreas científicas disponibilizadas na ISS), e submetê-lo até 7 de dezembro no YouTube. A experiência é que interessa, dizem os organizadores, mas uma apresentação criativa poderá ajudar a "vender" a ideia. Os candidatos podem submeter até três experiências (cada uma em seu vídeo).

A 3 de Janeiro de 2012 serão anunciados os 60 finalistas, altura em que se iniciará a votação do júri e dos internautas. (Retirado do Expresso, 11 de Outubro de 2011)

Mais informações aqui.


NGC 7635: The Bubble Nebula

Sol é o "culpado" dos últimos invernos frios

Investigadores britânicos coligiram dados sobre os ultravioletas registados pelo satélite SORCE. Os ciclos de atividade solar, que têm uma regularidade de 11 anos, podem ser integrados nos modelos de previsão climática com maior rigor, e com melhores resultados ainda. É a tese de um grupo de investigadores britânicos, que modelou aquela atividade e a incluiu nos modelos climáticos. Com isso, os investigadores conseguiram explicar melhor os invernos mais rigorosos que se fizeram sentir desde 2008 até agora, no hemisfério Norte. (Retirado do DN, 11 de Outubro de 2011)


Descoberto no Pacífico o maior vírus de sempre

O maior e mais complexo vírus jamais visto – e que é também o primeiro a viver no mar – acaba de ser descoberto por cientistas franceses. Baptizado Megavirus chilensis e isolado ao largo da costa chilena, é hoje descrito por Jean-Michel Claverie e colegas, da Universidade Aix-Marseille, França, na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, como sendo “cabeludo e com espigas na cabeça” . Recorde-se que um vírus é basicamente uma molécula de ADN dentro de um invólucro de proteínas e que precisa de parasitar células vegetais ou animais para se conseguir replicar.
O novo vírus é ainda maior do que o anterior detentor do recorde, o Mimivirus, que foi descoberto em 2003 e possui mais de mil genes – o que o torna mais complexo do que muitas bactérias. Já o Megavirus chilensis é 15 % maior do que Mimivirus, com a sua sequência genética a comandar o fabrico de 1120 proteínas diferentes. “Não conhecemos o hospedeiro natural de Megavirus chilensis, mas ele não parece ser patogénico para os seres humanos”, diz Claverie, citado pela AFP. (Retirado do Público, 11 de Outubro de 2011)

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Best Micro-Photos of 2011

Melosira moniliformis
(Frank Fox, Trier University of Applied Sciences, Germany)

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Nobel da Química atribuído a Daniel Shechtman


O Prémio Nobel da Química foi hoje atribuído ao israelita Daniel Shechtman (70 anos), do Instituto Technion, em Haifa, Israel, “pela descoberta dos quase-cristais”, anunciou em Estocolmo, a capital sueca, o comité Nobel.Os quase-cristais, materiais cujos átomos formam padrões geométricos regulares que nunca se repetem, eram considerados contrários às leis da Natureza. Shechtman provou que existem.
Na manhã de 8 de Abril de 1982, quando Shechtman, que na altura trabalhava no National Institute of Standards and Technology (NIST), nos EUA, olhou ao microscópio electrónico para a mistura de alumínio e manganésio, material cuja estrutura atómica estava a estudar, pensou (em hebraico): “Esta criatura não pode existir”.
A imagem que tinha obtido “mostrava uma série de círculos concêntricos, cada um composto por dez pontinhos luminosos a igual distância uns dos outros”, explica o Comité Nobel em comunicado. “Shechtman contou e tornou a contar os pontinhos. Círculos com quatro ou seis pontinhos teriam feito sentido, mas não dez, de maneira nenhuma." Ler o resto da notícia. Retirado do Público, 5 de Outubro de 2011)

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Nobel da Física para Saul Perlmutter, Brian Schmidt e Adam Riess

O Prémio Nobel da Física foi atribuído aos norte-americanos Saul Perlmutter, do Lawrence Berkeley National Laboratory (EUA), Brian Schmidt (que tem também nacionalidade australiana), da Universidade Nacional Australiana e Adam Riess, da Universide Johns Hopkins (EUA) “pela descoberta da aceleração da expansão do Universo através da observação de supernovas distantes” anunciou hoje em Estocolmo, a capital sueca, o comité Nobel. Perlmutter recebe metade do montante do prémio; Schmidt e Riess partilham a outra metade. Ler o resto da notícia. (Retirado do Público, 4 de Outubro de 2011)

Dark Matter Movie from the Bolshoi Simulation

Bolshoi Simulation from UC-HPACC on Vimeo.

sábado, 1 de outubro de 2011

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Cocoon Nebula Wide Field

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Arrábida The Vernal Equinox - Arrábida Nightscape Project

Arrábida The Vernal Equinox - Arrábida Nightscape Project from Miguel Claro.



Espiões já podem usar bactétrias para cifrar mensagens



Bactérias Escherichia coli geneticamente alteradas podem servir comunicações secretas.


A tinta invisível para escrever mensagens secretas já foi um trunfo de espiões - e dos filmes e séries de espionagem de culto - , mas as novas tecnologias não perdoam. O último grito são agora bactérias modificadas para encriptar mensagens, que apenas podem ser decifradas com a combinação certa de luzes e de substâncias químicas. Uma sofisticação digna do CSI, a exigir um laboratório bem apetrechado e conhecimentos de bioquímica, o que também não é para qualquer espião. Mas a ideia e o método para a levar à prática estão publicados na revista Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS). (Retirado do DN, 28 de Setembro de 2011)


Portugueses na Ciência

Português decobre novo sensor de glicose

Investigador português distinguido na Escócia

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Sand

Yanping Wang, Beijing, China
Mais imagens aqui.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Dry Ice Pits on Mars

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

CERN surpreendido por ter encontrado partículas mais rápidas do que a luz


Uma “surpresa total”. É assim que os cientistas do CERN descrevem o facto de terem encontrado partículas que, à partida, viajam mais depressa do que a luz. A descoberta ainda não foi confirmada e será sujeita a avaliações independentes, até porque pode pôr em causa a teoria de Einstein, segundo a qual a velocidade da luz é um limite intransponível.
No âmbito da experiência internacional Opera, a equipa de físicos descobriu que os neutrinos - partículas elementares da matéria – percorreram os 730 quilómetros que separam as instalações do CERN (Centro Europeu de Investigações Nucleares) em Genebra do laboratório subterrâneo de Gran Sasso (Itália) a uma velocidade seis quilómetros por segundo mais rápida que a da luz. Esta conclusão surgiu depois de três anos de recolha de dados e da observação de mais de 15 mil neutrinos.

“Este resultado é uma surpresa total”, admitiu Antonio Ereditato, da Universidade de Berna e porta-voz do projecto Opera. “Depois de muitos meses de estudos e de verificações não encontrámos nenhum efeito mecânico, ao nível dos instrumentos, que possa explicar estes resultados”, explicou em comunicado publicado hoje no site do CERN. Ainda assim, os físicos apelam à maior “prudência”, uma vez que as medições ainda não foram verificadas com um sistema completamente diferente. Ler o resto da notícia. (Retirado do Público, 23 de Setembro de 2011)

Noite Europeia dos Investigadores 2011


Na noite de 23 de Setembro, por toda a Europa, são organizados eventos em que o público tem a oportunidade de contactar informalmente com os cientistas. A troca de ideias e experiências contribui para a construção de uma imagem da ciência mais próxima do cidadão e para suscitar a curiosidade dos jovens pela investigação enquanto carreira profissional. Mais informações aqui.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Iceland - Aurora Borealis and Milky Way over Glacier Lagoon

Iceland - Aurora Borealis and Milky Way over Glacier Lagoon

CERN's supercollider

What does happen in the CERN's supercollider, in a 15 minutes talk.

Symphony of Science - the Quantum World!

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Soyuz TMA-21 regressou à Terra

Descoberto planeta com dois sóis

Astrónomos norte-americanos descobriram um planeta com dois sóis, como o de "A Guerra das Estrelas", divulgou hoje a revista Science, citada pela agência AFP.
Este exoplaneta (planeta fora do Sistema Solar) que gira em torno de dois sóis foi chamado de Kepler-16b e localiza-se a cerca de 200 anos-luz da Terra (um ano-luz equivale a 9,5 mil milhões de quilómetros). Ler o resto da notícia. (Retirado do DN, 16 de Setembro de 2011)

CERN Portuguese Language Teachers 2011/ Escola de Professores no CERN em Língua Portuguesa

Uma semana fantástica na qual os professores portugueses tiveram uma oportunidade única de observar o trabalho desenvolvido no CERN. Óptimas palestras, visitas guiadas muito interessantes e um acesso privilegiado ao melhor da investigação nesta área da Física. Mais informações aqui sobre como concorrer.

Deixo aqui os links do CiênciaHoje e da RTP, que estiveram em Genebra e falaram com os investigadores portugueses sobre o trabalho que estão a desenvolver.


September's Harvest Moon

domingo, 11 de setembro de 2011

On the Origin of Gold

NASA envia duas sondas em direcção à Lua



A agência espacial dos EUA (NASA) enviou hoje em direcção à Lua duas sondas espaciais na primeira missão destinada a medir a gravidade lunar e determinar a matéria no interior do satélite, até ao seu núcleo.Ler o resto da notícia. (Retirado do DN, 10 de Setembro de 2011)

terça-feira, 30 de agosto de 2011

FoodPairing



Juntar a química e a gastronomia na procura de novas combinações entre os alimentos. Pesquise aqui duplas que surpreendem.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Aurora Over Greenland



sábado, 13 de agosto de 2011

Castle and Meteor by Moonlight



Existe um exoplaneta gigante mais negro do que carvão


O TrES-2b é o planeta mais negro alguma vez encontrado. O astro do tamanho de Júpiter foi descoberto em 2006 e fica a 750 anos-luz da Terra. Agora, com a ajuda do telescópio espacial Kepler, os cientistas determinaram que o gigante reflecte menos de um por cento da luz que recebe. Ler o resto da notícia. (Retirado do Público, 13 de Agosto de 2011)

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

A Summer Night's Dream

Marcas sugerem água na superfície de Marte


Para já é só uma hipótese, tentadora, mas também aquela que faz maior sentido. A sonda Mars Reconnaissance Orbiter tirou fotografias da superfície de Marte que mostram a existência de estrias escuras que só aparecem no final da Primavera marciana e prolongam-se até o Verão de cada ano. A melhor explicação para este fenómeno é água salgada derretida que escorre só durante estes meses, sugerem os cientistas num artigo de hoje da Science. Ler o resto da notícia. (Retirado do Público, 5 de Agosto de 2011)

A ventoinha solar que quer revelar Júpiter é lançada nesta sexta-feira


Vão ser seis anos de missão: cinco de viagem e um de ciência. Juno vai voar até Júpiter para tentar compreender alguns dos mistérios do planeta e escavar mais um pouco da história do Sistema Solar. A contagem decrescente termina nesta sexta-feira. A sonda da NASA vai ser lançada entre as 16h34 e as 17h43 (hora de Lisboa) no foguetão Atlas V a partir do Cabo Canaveral, na Florida, Estados Unidos, se as condições climatéricas permitirem. Ler o resto da notícia. (Retirado do Público, 5 de Agosto de 2011)

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Pode haver outra lua na história da Terra

A Lua mostra sempre a mesma cara, por isso só quando os primeiros satélites deram a volta ao astro é que os cientistas se aperceberam do mistério que o lado de lá guardava.
Há montanhas e crateras numa densidade tal que fazem com que a Lua que já se conhecia fosse plana e aborrecida. Apesar de existirem várias teorias que tentam explicar esta dicotomia, não há ainda nenhuma prova. No entanto, um artigo publicado hoje na prestigiada revista Nature sugere que há muito tempo uma segunda lua que também girava à volta da Terra, mais pequena, chocou contra a maior. Ler o resto da notícia. (Retirado do Público, 4 de Agosto de 2011)

A Dusty Iris Nebula