sexta-feira, 30 de julho de 2010

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Jabulani - a ciência do futebol


As forças por detrás do futebol
Do outro lado do mundo, onde o surf é desporto-rei, os físicos australianos Derek Leinweber e Adrian Kiratidis, da Universidade de Adelaide, combinaram “o conhecimento da física aerodinâmica com décadas de estudos de bolas desportivas em túneis de vento para perceber e simular numericamente a aerodinâmica da Jabulani”.
Leinweber, com o estudo ainda por publicar, explica ao Ciência Hoje o segredo por detrás da pertinácia da Jabulani: “A microtextura, as ranhuras e a proximidade da perfeição esférica da bola mantêm a pressão do ar próximo da bola onde a rotação da mesma pode ter um efeito significante”.
Oriana Geada, autora do artigo «A Física e o Futebol», assegura que devido às propriedades da força de arrasto, isto é, “a resistência que o ar oferece à passagem da bola e que depende da velocidade com que ela se move em relação ao ar”, uma rugosa oferece menos resistência ao ar do que uma lisa. Ler o resto da notícia. (Retirado do CiênciaHoje, 29 de Julho de 2010)

terça-feira, 27 de julho de 2010

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Mapa com 21 mil imagens de Marte disponível 'online'

Agência espacial norte-americana e Universidade do Arizona elaboraram cartografia completa do planeta vermelho, com imagens captadas pela sonda 'Mars Odyssey'. Acesso é livre.

É "o mapa mais completo até à data" de Marte, segundo anuncia a agência espacial norte-americana (NASA). Nada menos do que 21 mil imagens, todas captadas - ao longo dos últimos oito anos - pelo Thermal Emission Imaging System (Themis), instalado na sonda orbital Mars Odyssey, estão disponíveis online no site da agência (www.nasa.gov).


As imagens, registadas pela poderosa câmara multibanda de infravermelhos, estão ser trabalhadas desde que a Odyssey começou a enviar dados do planeta vermelho, em 2002. O mapa é um esforço conjunto de investigadores da Universidade Estatal do Arizona e dos laboratórios de propulsão a jacto da NASA, na Califórnia. Ler o resto da notícia. (Retirado do DN, 26 de Julho de 2010)

Pavilhão do Conhecimento festeja 11 anos

O Pavilhão do Conhecimento, no Parque das Nações, assinalou ontem onze anos de existência, nos quais foi visitado por quase três milhões de pessoas. Uma data festejada com entradas gratuitas para oito horas de actividades e a inauguração de novos espaços.

"Em onze anos de uma ciência muito viva, são quase três milhões de visitantes. E visitantes activos, porque num centro de ciência há que libertar as mãos e a cabeça: pensar, conhecer e querer experimentar", contou a directora do Pavilhão do Conhecimento. Ler o resto da notícia. (Retirado do DN, 26 de Julho de 2010)


Uma experiência simples :)

Cartoon encontrado aqui.

sábado, 24 de julho de 2010

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Lulin

Astrónomo português recebe prémio internacional por procura de exoplanetas

A primeira edição do prémio internacional de Astronomia Viktor Ambartsumian foi para o astrónomo Nuno Santos e mais dois colegas estrangeiros pela investigação feita em planetas fora do sistema solar. O galardão criado pelo Presidente da Arménia tem um valor de 500 mil dólares, cerca de 387 mil euros.
“Estou surpreendido porque é uma coisa fora do habitual, embora tenha consciência que o trabalho mereça isto”, disse ao PÚBLICO Nuno Santos, investigador do Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP), onde trabalha desde 2007. “O prémio é pelo acumular de resultados dos últimos dez anos”, refere o investigador de 36 anos que já entrou em contacto com os outros dois vencedores, o suíço Michel Mayor, que identificou o primeiro exoplaneta em 1995, e o arménio Garik Israelian. “Estão contentes, são boas notícias para toda a equipa e para a astronomia”, referiu. Ler o resto da notícia. (Retirado do Público, 23 de Julho de 2010)

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Astrónomos descobrem a maior estrela do universo

Um grupo de astrónomos britânicos, da Universidade de Sheffield, em Inglaterra, descobriu uma estrela com uma massa 320 vezes superior à do Sol. É a maior estrela até agora conhecida. A estrela gigante, que foi descoberta graças aos dados do telescópio espacial Hubble e ao Observatório Europeu do Sul, foi localizada na Nebulosa da Tarântula, na Grande Nuvem de Magalhães que fica a 170.000 anos-luz de distância da Terra. Ler o resto da notícia. (Retirado do JN, 21 de Julho de 2010)

terça-feira, 20 de julho de 2010

Catching a Cluster of Stars

domingo, 18 de julho de 2010

Leituras de Verão: The Electrifying Edison

Bang evolution

Cartoon encontrado aqui.

The Antennae Galaxies in Collision

Animais em risco de extinção renascem em Chernobyl

Imagine-se um lugar sem pessoas, sem pesticidas, sem indústria, sem trânsito, onde os animais vivem em total liberdade e reclamam aquilo que um dia chegou a ser deles. Esse lugar existe: é numa zona que abrange a Ucrânia e a Bielorrússia, mas só é assim porque, em 1986, ocorreu lá o maior desastre nuclear de sempre. A radiação de Chernobyl, que impediu os humanos de voltarem à região, não afectou o espírito curioso dos animais, que invadiram as cidades e as casas onde as pessoas viviam. Há até 14 espécies em vias de extinção que estão a usar esta região livre de pessoas para renascerem.
Animais como o lince, bufos- -reais, garças-brancas, cisnes, ursos e lobos introduziram-se na zona deserta próxima de Chernobyl. Sem quem os cace, os lobos formaram matilhas. A cadeia alimentar fortaleceu-se, pois tudo voltou ao ritmo normal da natureza. Voltou a ver-se javalis na zona, e até os cisnes voltaram para nidificar. Vendo tal biodiversidade, o homem resolveu dar uma ajuda e introduziu lá animais. O caso de maior sucesso é o do cavalo de Przewalski, o equídeo mais próximo do cavalo original, que transportou as tropas de Átila, o Huno, e que estava em perigo de extinção. Aliás, foram 14 as espécies em perigo que conseguiram reaparecer na região "nuclear". Na Bielorrússia, a zona foi já considerada, oficialmente, reserva natural. Ler o resto da notícia. (Retirado do DN, 18 de Julho de 2010)

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Shaping NGC 6188

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Good point

Ciência sai em passeio com duas mil sessões

Arrancam hoje, quinta-feira, e prolongam-se até meados de Setembro as sessões "Ciência Viva no Verão", dirigidas a todos os públicos e disseminadas pelo país. Este ano há biologia, engenharia, astronomia, geologia e património num programa cheio de escolhas. Este ano, a Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica programou mais de 1960 acções , em que estão envolvidas mais de 120 entidades.
A variedade das abordagens é muita. Se há sessões em espaços fechados, muitas outras se abrem ao ar livre, seja para observação das aves ou das estrelas ou ainda para ver rochas no local onde elas estão ou organismos vivos onde eles se desenvolvem. Mais informações aqui.


quarta-feira, 14 de julho de 2010

Easter Island Eclipse

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Moons Beyond the Rings of Saturn

domingo, 11 de julho de 2010

Primeiro dia de aulas :)

sábado, 10 de julho de 2010

Lutetia Close-up

Beau Lotto: Optical illusions show how we see

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Rosetta encontra-se amanhã com asteróide

Sonda da ESA vai passar junto ao Lutetia, que tem cem quilómetros de diâmetro e é o maior asteróide visitado por uma nave terrestre. Imagens serão divulgadas à noite.

Amanhã é dia D para a sonda Rosetta da agência espacial europeia (ESA). A nave, com todos os seus instrumentos de observação a postos, tem um encontro marcado com o Lutetia, o maior asteróide jamais visitado por um aparelho terrestre. Os cientistas da ESA esperam novidades deste rendez-vous, que foi preparado ao milímetro nas últimas semanas. No ESOC, o centro de operações espaciais da agência espacial europeia, em Darmstadt, Alemanha, está tudo a postos para aproveitar ao máximo a passagem da Rosetta junto ao Lutetia. Ler o resto da notícia. (Retirado do DN, 8 de Julho de 2010)

Mais informações aqui.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

O protão é mais pequeno do que se pensava e por enquanto ninguém sabe porquê

Das três uma: ou a teoria está incompleta e há qualquer coisa que ela não consegue prever; ou os cálculos estão errados; ou o valor de uma das constantes mais bem conhecidas da física está errado”, diz-nos pelo telefone Joaquim Santos, da Universidade de Coimbra. A teoria de que fala é a Electrodinâmica Quântica, ou QED, um dos pilares da física, que descreve as interacções entre a luz e a matéria e é uma das mais bem sucedidas na previsão das propriedades dos átomos. Os cálculos de que fala são aqueles que, a partir dessa teoria, permitem calcular o tamanho (o raio) do protão, um dos constituintes de base dos átomos. A constante de que fala é uma constante física fundamental, chamada constante de Rydberg e cujo valor também está ligado ao tamanho do protão. Ler o resto da notícia. (Retirado do Público, 7 de Julho de 2010)

Puff, the Magic Dragon?

Carter Emmart demos a 3D atlas of the universe

Vale a pena ouvir e ver! Espectacular!

terça-feira, 6 de julho de 2010

Space Shuttle Ascent Footage

Do you want to take a raid?


O Universo é uma casca de noz em infra-vermelhos


A fotografia é um aperitivo, o universo numa casca de noz feito da radiação electromagnética no extremo do infra-vermelho. O telescópio Planck está a trabalhar há mais de um ano, e ofereceu agora as primeiras fotografias de um céu que só ele vê.“É uma fotografia espectacular, é um objecto de beleza”, disse à BBC News Jan Tauber, cientista do projecto Planck, da Agência Espacial Europeia (ESA). O Planck foi lançado em Maio de 2009, com o objectivo de estudar os primeiros acontecimento do Universo logo a seguir ao Big Bang.
Uma das teorias mais importantes que vai testar é a teoria da inflação. Imediatamente a seguir ao Big Bang, há 13,7 mil milhões de anos, pensa-se que o Universo aumentou de uma forma exponencial – como um airbag que se liberta num carro. Este fenómeno terá durado fracções ínfimas de segundo mas se tiver acontecido deixou uma marca que reverbera no Universo.
O Planck está à procura dessa marca na Radiação Cósmica de Fundo (RCF), a primeira luz emitida pelo Universo, que por ser tão antiga e estar tão distante chega-nos em ondas menos energéticas e mais compridas, que estão muito para lá da cor vermelha. Ler o resto da notícia. (Retirado do Público, 5 de Julho de 2010).
Mais informações aqui.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Actividades de Verão no OAL

Todas as sexta-feiras de Verão, desde 16 de Julho até 10 de Setembro, o Observatório Astronómico de Lisboa colabora com a Agência Nacional Ciência Viva, promovendo actividades integradas na Astronomia no Verão. São duas as actividades a desenvolver:


Ciência e Património: Astronomia Portuguesa e Mundial no Séc. XIX

Visita guiada ao OAL, que foi dos melhores do mundo após 1867. Fique a conhecer a sua história e o enquadramento na astronomia mundial, o que se estava a desvendar no cosmos. Descubra o trabalho de excelência aí realizado pelos portugueses, as contribuições e as invenções únicas. Venha conhecer o OAL que é actualmente o melhor património mundial da astrometria do séc. XIX.

Astronomia no Verão: Observar a Telescópio e Conhecer o Universo

Observação astronómica com telescópios de excelente qualidade. Venha conhecer o céu e o Cosmos. Observam-se os astros, do sistema solar às estrelas e enxames, nebulosas e galáxias, dependendo da noite. Ler o resto da notícia.

Astrónomos confirmam planeta em órbita de estrela semelhante ao Sol


O primeiro exoplaneta identificado directamente através de uma imagem foi confirmado por astrónomos canadenses da Universidade de Montreal e do Centro de Pesquisa Astrofísica de Quebec.
Os pesquisadores canadenses determinaram que o planeta poussi 8,4 vezes a massa de Júpiter e possui temperatura média superior a 1.500º C. O gigante orbita sua estrela a uma distância 330 vezes maior do que a distância da Terra ao Sol. A estrela do sistema 1RXS 1609 é semelhante a nossa em alguns aspectos. Possui 85% da massa e 70% da temperatura do Sol. No entanto, ela é muito mais nova. Enquanto nosso Sol tem 4.6 bilhões de anos de idade, a estrela que ilumina o exoplaneta tem 5 milhões. Ler o resto da notícia.

Vacation Amnesia

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Graphite Whiskers

Uma nova análise da amostra lunar recolhida pela Apollo 17 revelou carbono na forma de grafite, resultado do impacto, à 3,8 mil milhões de anos, de meteoritos na superfície lunar. Até agora os cientistas atribuíam a origem do carbono na superfície lunar ao vento solar. Ler o resto da notícia.

Quarks e Gluões no TIC@Algarve’10

Decorreu hoje, no campus da Penha da Universidade do Algarve, o TIC@Algarve’10, seminário sobre a utilização das Tecnologias de Informação de Comunicação.
Este seminário promoveu a partilha de práticas educativas inovadoras, a aprendizagem com a aplicação das TIC no domínio da educação e a discussão e confronto de perspectivas no que diz respeito a futuros desenvolvimentos das TIC.
Com base nos conhecimentos adquiridos na construção do blogue dinamizei o workshop A utilização do blogue como ferramenta motivadora para a aprendizagem. Este seminário permitiu a partilha e a troca de experiências na utilização das TIC de diversas escolas.


Slingshot

Honesty

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Participação no ESA Human Spaceflight Teachers Worskhop

Nos dias 28, 29 e 30 de Junho tive a oportunidade de participar no ESA Human Spaceflight Teachers Worskhop, em Noordwijk, na Holanda. Neste Workshop participaram 40 professores de 18 países europeus.
Foram três dias muito intensos, onde não faltaram conferências, hands-on activities , a visita aos laboratórios e a apresentação dos imensos materiais que a ESA proporciona aos professores.
Contámos com a presença do astronauta Frank de Winne, que falou do seu treino e da sua experiência a bordo da Estação Espacial Internacional. Uma organização excelente e um programa inesquecível!
Mais informações aqui.

Uma questão de perspectiva

A Terra vista de Marte pela Spirit Rover.

Ver as Auroras boreais na ISS