domingo, 28 de fevereiro de 2010

FameLab

O FameLab é uma iniciativa do Cheltenham Science Festival, sob a forma de um concurso de comunicação científica. É apoiado desde 2006 pelo British Council, que o expandiu a outros países. Em 2010 decorre pela primeira vez em Portugal, em parceria com a Ciência Viva.
Em comunicações de 3 minutos, os participantes apresentam um tema científico para um público não especializado.
O concurso destina-se a todos os interessados, a partir dos 18 anos de idade, que trabalhem ou estudem em ciência e tecnologia. Os concorrentes enviam o registo em vídeo da sua comunicação (máx. 3 minutos). As apresentações devem ser dinâmicas, cientificamente correctas e muito claras. As melhores serão seleccionadas para a fase seguinte do Concurso – fase presencial. A data limite de submissão dos vídeos é 31 de Março de 2010. Mais informações aqui e aqui.

18º Concurso Jovens Cientistas e Investigadores

Podem participar no Concurso estudantes a frequentar, em Portugal, os ensinos básico, secundário ou primeiro ano do superior, com idades compreendidas entre os 15 e os 20 anos.
Os projectos/trabalhos podem envolver várias áreas de estudo, incluindo a Física e a Química. Os trabalhos devem ser submetidos electronicamente até ao dia 16 de Abril de 2010. Mais informações aqui.

Absoluta tranquilidade


quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Uma solução para o aquecimento global?

Fomos à UALG!

No âmbito da Semana Aberta 2010, visitámos a Faculdade de Ciências e Tecnologia da UALG. Fomos recebidos com muita simpatia e com muitas experiências divertidas.
Ficam aqui algumas imagens registadas pelos alunos.





A ESA selecciona três missões científicas para estudos futuros

Energia negra, planetas habitáveis que giram à volta de outras estrelas e a natureza misteriosa do nosso Sol foram escolhidos pela ESA como os candidatos para duas missões de média classe, a serem lançadas depois de 2017. As três propostas pré-seleccionadas são Euclid, PLAnetary Transits and Oscillations of stars (PLATO) e o Solar Orbiter.
O Euclid tentará responder a questões chave para a física fundamental e a cosmologia, nomeadamente a natureza da misteriosa energia e matéria negra. Os astrónomos estão agora convencidos de que estas substâncias dominam. Ao Euclid caberá mapear a distribuição das galáxias de forma a revelar a arquitectura «negra» do Universo.
A missão PLATO irá debruçar-se sobre uma antiga questão da ciência, nomeadamente a existência de planetas à volta de outras estrelas. Isto inclui planetas terrestres numa zona habitável, os chamados análogos da Terra. Além disso, o PLATO também estudará o interior das estrelas, detectando as ondas gasosas que saem das suas superfícies.
O Solar Orbiter chegará o mais próximo do Sol que é possível nesta altura, ficando a apenas 62 raios solares. Fornecerá imagens e dados das regiões polares do Sol e do lado solar mais distante, invisível da Terra. Ler o resto da notícia.



Deep blue

domingo, 21 de fevereiro de 2010

NASA revela as primeiras imagens captadas pelo telescópio espacial WISE

A NASA (agência espacial norte-americana) revelou ontem uma série com as primeiras imagens captadas pelo telescópio espacial WISE (Wide-field Infrared Survey Explorer), um caleidoscópio cósmico de cores.
“O WISE tem trabalhado soberbamente”, comentou Ed Weiler, administrador associado da Missão Científica da NASA, em Washington. “Estas primeiras imagens são a prova de que a missão secundária do telescópio – ajudar a procurar asteróides, cometas e outros objectos estelares – será tão importante quanto a sua missão principal, ou seja, monitorizar todo o espaço com infravermelhos”, acrescentou em comunicado. Ler o resto da notícia. (Retirado do Público, 18 de Fevereiro de 2010).
Mais imagens aqui.

Objectivo Lua

Após o abandono do programa Constelação, a NASA procura novas alternativas para colocar o Homem na Lua. :)

Estudantes constroem carro de corrida eléctrico

Simples, ecológico e evolutivo. Três palavras definem o projecto que um grupo de 16 alunos do Instituto Superior Técnico (IST), em Lisboa, está a desenvolver: criar um carro eléctrico, de alta performance, que pretende atingir os cem quilómetros por hora em cerca de cinco segundos. O automóvel vai ter as suas capacidades testadas em Agosto do próximo ano, na Formula Student, uma competição entre universidades que vai decorrer no circuito alemão de Hockenheim.
"Os carros anteriores feitos pelo IST eram todos de combustão interna, por isso, e seguindo as propostas dos organizadores da Formula Student, pareceu-nos lógico que o próximo passo fosse evoluir para um automóvel movido a electricidade", explica ao DN André Cereja, 20 anos, estudante do terceiro ano de Engenharia Mecânica e líder da equipa. Os outros 15 alunos envolvidos no projecto distribuem-se pelos cursos de Engenharia Mecânica, Engenharia Electrotécnica e de Computadores e ainda Engenharia Aeroespacial. Ler o resto da notícia.(Retirado do DN, 20 de Fevereiro de 2010)

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Experiências para fazer em casa: gelo que afunda 2

Se colocares um cubo de gelo em água ele flutua porque o gelo é menos denso que a água. E o que acontece se colocares um cubo de gelo em álcool?



As fotos mostram que o gelo em álcool etílico afunda, porque o gelo é mais denso do que o álcool.
Para saberes como fazer esta experiência vai até aqui. Espreita também a experiência da Catarina que tirou fotografias de todo o processo.





Quero agradecer aos alunos do 7ºA, 7º E e 7ºF pela participação e pelas excelentes fotografias. :)

Endeavour acoplou à Estação Espacial Internacional

Borboletas migratórias têm bússola interna

Dois estudos, recentemente publicados – um na «Science» e outro na «Nature» –, sugerem que aves e outros animais migratórios se regem pelo campo magnético terrestre para se orientarem e chegar mais depressa ao destino.
As borboletas que migram do Norte da Europa para o mediterrâneo, no Outono, como as Autographa gamma, por exemplo – e inversamente durante a Primavera –, não se deslocam ao sabor do vento; e o estudo original determina que estes insectos sabem como aproveitar rapidamente para viajar e corrigem o seu destino caso o vento não sopre de feição. Ler o resto da notícia. (Retirado do CiênciaHoje, 10 de Fevereiro de 2010)

Uma resposta simples?

domingo, 7 de fevereiro de 2010

A aranha e a mosca

Imagem encontrada aqui.

Grupos da Tabela Periódica: Os halogéneos

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Plutão revisitado pelo telescópio espacial Hubble

A equipa de Mike Brown, do Instituto de tecnologia da Califórnia (Estados Unidos), comparou imagens obtidas pelo Hubble em 1994 com um conjunto tirado entre 2000 e 2003. Resultado, no período entre 2000 e 2002 foi quando ocorreram as maiores mudanças.

O que está na origem destes fenómenos é um mistério, embora os cientistas tenham algumas hipóteses. Provavelmente, devem-se a mudanças na superfície gelada de Plutão, agora que, na sua órbita de 248 anos, começa a sair do ponto mais perto do Sol. Em relação ao brilho, a luz solar terá provocado o “descongelamento” da superfície no pólo norte e os gases resultantes terão voltado a congelar no outro pólo. Quanto ao aspecto avermelhado, pode estar relacionado com a presença de metano, já detectado na superfície do planeta. Ler o resto da notícia. (Retirado do Público, 5 de Fevereiro de 2010)


Mas qual é a probabilidade de isso acontecer?

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Marte em destaque no céu