sábado, 11 de dezembro de 2010

LHC pode trabalhar mais um ano para descobrir a partícula de Higgs

O acelerador de partículas do CERN poderá ficar mais um ano a trabalhar, até ao final de 2012, antes de interromper a actividade, e sofrer as alterações necessárias para se tornar mais potente. Este desvio dos planos estabelecidos no início deste ano deve-se à possibilidade de a máquina estar perto de dar aos cientistas o que prometeu: o bosão de Higgs.
“Seria uma vergonha parar”, disse Steve Myers, o responsável pela manutenção e "upgrade" do acelerador, citado na secção das notícias do site da revista Nature. O LHC está a trabalhar a uma energia de sete biliões (milhões de milhões) de electrões-volt para encontrar a partícula de Deus – o bosão de Higgs. Esta partícula, cuja existência foi teorizada em 1966 pelo físico Peter Higgs, explica a origem da massa no Universo. É através dela que todas as outras partículas da matéria adquirem massa. Ler o resto da notícia. Retirado do Público, 11 de Dezembro de 2010.

Sem comentários: