terça-feira, 9 de novembro de 2010

Acelerador de partículas gera um 'mini-Big Bang'


Investigadores decidiram colidir iões em vez de protões e a mudança deu resultado. Foram geradas temperaturas um milhão de vezes superiores à do núcleo do Sol

O Grande Colisionador de Hadrões (LHC) conseguiu recriar, na terça-feira, um "mini-Big Bang". A conquista foi conseguida com a mudança da "receita" que vinha a ser usada: em vez de colidirem protões, os cientistas do CERN (Agência Europeia de Investigação Nuclear, em português) resolveram usar iões e conseguiram recriam uma versão "mini" do início do universo. Isto é, "mini" mas a gerar temperaturas um milhão de vezes superiores à do Sol.

A experiência ocorreu no túnel circular subterrâneo de 27 quilómetros de comprimento que existe na fronteira entre a França e a Suíça, perto de Genebra, onde está alojado o LHC. Até agora o maior acelerador de partículas do mundo tinha vindo a colidir protões, num esforço para desvendar os mistérios da formação do universo. Ler o resto da notícia. (Retirado do DN, 9 de Novembro de 2010)

Sem comentários: