quarta-feira, 10 de março de 2010

Cristais mistério com memória de elefante

Um grupo de investigadores norte-americanos, da Universidade de Florida, descobriu um material capaz de armazenar entre mil e um milhão de vezes mais dados do que as actuais memórias disponíveis (USB, discos externos, etc.). Esta capacidade não tem precedentes e em muito pouco poderemos estar a falar de chips de memória de um Exabyte (mil milhões de Giga).
A equipa está a trabalhar com exóticos materiais capazes de armazenar quantidades de informação incalculáveis, através de uns cristais bastante particulares – com o nome de ammonium dihydrogen phosphate ou ADP. Ler o resto da notícia. (Retirado do CiênciaHoje, 10 de Março de 2010)

Sem comentários: