quinta-feira, 30 de julho de 2009

Actividades de Verão

Imagem encontrada aqui.

sábado, 25 de julho de 2009

A beleza do mundo microscópio 4 : a vitamina C

Ácido ascórbico (vitamina C)



Imagens encontradas aqui

quarta-feira, 22 de julho de 2009

A importância da fiabilidade da informação na Internet

Imagem encontrada aqui.

Entrevistas aos físicos da primeira metade do século XX disponíveis online


Centenas de entrevistas feitas durante a década de 1960 a vários cientistas da área da física estão disponíveis de graça na biblioteca online do Instituto Americano de Física.
Os entrevistados são nomes maiores da física que trabalharam durante a primeira metade do século XX e que ainda estavam vivos na altura. Quem quiser pode aceder às transcrições ou aos ficheiros áudio das entrevistas feita pela Niels Bohr Library & Archives.
(Retirado do Jornal Público, 21 de Julho de 2009)

Eclipse solar - um olhar do espaço


Registado em 1999 pela Estação Espacial Mir (CNES)

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Foi há 40 anos...

"Um pequeno passo para um homem, um salto gigantesco para a humanidade", Neil Armstrong.




Ler mais no Publico, DN ou AstroPT.

Eclipse solar mais longo do séc.XXI vai mergulhar o Oriente na escuridão

Dentro de dois dias, a Índia e a China vão viver uma escuridão, com mais de seis minutos, devido ao eclipse solar mais longo do século XXI. O eclipse poderá ser observado por dois mil milhões de pessoas. Só daqui a 123 anos, a Lua vai esconder o Sol durante mais de seis minutos e 39 segundos, a duração prevista para o eclipse solar que esta quarta-feira vai deixar o Oriente às escuras. (Retirado de TSF, 20 de Julho de 2009)
Se quiseres seguir este eclipse vai até ao site da NASA, onde podes observar imagens fantásticas deste fenómeno.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Incompatibilidades com o Internet Explorer 8

error_buttonNos últimos dias tem-se verificado uma incompatibilidade entre os blogues que utilizam o blogger.com e o Internet Explorer 8. Para uma melhor visualização do Quarks e Gluões utilize o Mozilla Firefox, o Opera ou o Google Chrome.

Rebentar de uma bola de sabão em slow motion: Richard Heeks

Diariamente a rapidez de alguns acontecimentos não nos permite apreender toda a sua beleza e complexidade.Richard Heeks surpreende-nos com uma série de fotografias de fenómenos comuns. Ler mais aqui.

Dia 18 de Julho: “Noite das estrelas" propõe apagão para observar os céus

A poluição luminosa é um problema adicional para quem quer e gosta de observar o céu nocturno.
No âmbito do Ano Internacional da Astronomia, a organização deste evento vai promover, já no próximo fim-de-semana, a “Noite das Estrelas”, um apagão na iluminação pública em vários pontos do país que pretende alertar as pessoas para o problema da poluição luminosa e para a beleza do céu nocturno.

As celebrações da "Noite da das Estrelas" fazem parte do projecto internacional "Dark Skyes Awareness". Retirado o Jornal Público, 14 de Julho de 2009)

iPod World

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Primeira viagem à Lua recriada em tempo real na Internet

Tudo a postos para o regresso à Lua. No próximo dia 20 de Julho comemoram-se os 40 anos da chegada do Homem à Lua e a biblioteca presidencial John Kennedy está a recriar em tempo real a missão Apollo 11 num site especial com vídeos e fotos históricas.
Por enquanto o site We Choose the Moon, expressão utilizada pelo presidente Kennedy num dos discursos sobre a conquista do Espaço, apenas disponibiliza o relógio e algumas imagens e vídeos alusivos à preparação da viagem, mas a partir da próxima quinta-feira, quando a contagem chegar ao fim, os cibernautas vão poder acompanhar a viagem em tempo real.
(Retirado do Jornal Sol, 13 de Julho de 2009). Mais informações aqui.

domingo, 12 de julho de 2009

Uma questão de perspectiva...

No futuro talvez seja necessário fazer algumas adaptações (e não apenas dos provérbios)...

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Harry Potter e o manto da invisibilidade: uma realidade cada vez mais próxima?

Investigadores da Universidade Autónoma de Barcelona deram mais um passo para que o manto de invisibilidade, um dos artefactos mais populares imortalizados pela literatura e pelo cinema, se torne realidade. A chave da invisibilidade está na utilização de um determinado tipo de luz, em conjugação com os chamados metamateriais.
A ideia de combinar luz e metamateriais não é nova. Ela foi pela primeira vez enunciada em 2007 por dois investigadores britânicos, John Pendry e Ben Wood, do Imperial College de Londres. A capa seria fabricada a partir dos tais metamateriais, cuja estrutura pode ser manipulada a nível atómico, para modificar a maneira como as suas moléculas interagem com as ondas luminosas. Tal objecto não teria reflexo nem sombra, de acordo com as simulações propostas pelos dois ingleses.
No ano passado foi a vez de dois grupos de investigadores da Universidade de Berkeley, nos Estados Unidos, anunciarem que o manto de Harry Potter estava mais próximo de se tornar realidade. As equipas fizeram experiências com materiais fabricados em micro-rede, e em três dimensões, e mostraram que o efeito de invisibilidade era experimentalmente realizável. Os trabalhos foram publicados em Agosto de 2008, respectivamente nas revistas Nature e Science. Neles, os investigadores explicavam que, graças a um novo material, conseguiam desviar a direcção da luz, de tal forma que a imagem, ou o objecto, que a emitia deixava de ser visível.
Agora entrou na corrida a equipa de Barcelona, dirigida por Àlvar Sánchez. Os investigadores espanhóis anunciaram que conseguem tornar um objecto invisível, utilizando ondas electromagnéticas de muito baixa frequência.
O dispositivo concebido pela equipa espanhola torna um objecto invisível a um determinado tipo de luz. O metamaterial usado em Barcelona é constituído por uma rede irregular de placas, que lhe dá propriedades magnéticas precisas: permite criar zonas invisíveis ao campo magnético e a campos electromagnéticos de baixa frequência. (Retirado de DN, 10 de Julho de 2009)

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Universidade de Aveiro tem revista on-line de ciência

A «CAPTar– Ciência e Ambiente para todos» está on-line desde ontem e especialmente é dirigida a alunos e docentes do ensino básico secundário mas com acesso aberto a toda a gente. Um projecto da Universidade de Aveiro (UA) para todos.
Quer contribuir para a "divulgação da investigação científica que se faz em Portugal e estreitar relações entre os professores destes ciclos de ensino e os professores universitários, de forma a que os primeiros se sintam apoiados e encorajados a implementarem o Ensino Experimental das Ciências e a Educação Ambiental nas escolas". Ler o resto da notícia. (Retirado do Jornal Público, 9 de Julho de 2009)

terça-feira, 7 de julho de 2009

A beleza do mundo microscópio 3: a nanotecnologia



Nano Teddy Bear ( ZnO nanostructures on indium oxide)
(Helia Jalili, University of Waterloo)


Superfície dos glóbulos vermelhos após tratamento com antibiótico
(Dr Luciano Paulino Silva, EMBRAPA Recursos Genéticos e biotecnología Brasilia/Brazil)


Campos de Girassóis ( SiOx nanowire bundles)
( S.K. Hark, The Chinese University of Hong Kong)



Nano flor ( Crystalline wurtzite indium nitride -InN)
(PaiChun Wei, Center for Condensed Matter Science, National Taiwan University, Taipei, Taiwan)
Mais imagens aqui.

A Química dos dentes

Já pensaste porque é que é importante lavar os dentes todos os dias? Para além da questão estética existe uma mais importante: a química.
Os dentes são feitos essencialmente de colagénio (uma proteína) e hidroxiapatite (HAp). A parte exterior - o esmalte- é essencialmente hidroxiapatite, com vestígios de substâncias orgânicas (proteínas e ácido cítrico) e cerca de 2% de água.
As bactérias da saliva, responsáveis pelo metabolismo dos açúcares, produzem ácido láctico, fazendo com que o pH da boca fique inferior a 5 (ácido). A reacção do ácido com a HAp forma um sal que é solúvel em água, fazendo com que o esmalte desapareça e levando ao aparecimento das cáries nos dentes. O Fluoreto existente nas pastas dentífricas transformam a hidroxiapatite em fluorapatite, que protege ainda mais os dentes, por ser menos solúvel em ácidos. Para além do fluoreto as pastas dentífricas possuem: abrasivos (carbonato de cálcio, óxido de alumínio e outros) que removem os restos de alimentos e a placa bacteriana; detergentes, para garantir que os dentes se deixam molhar e glicerina ou sorbitol, para manter a humidade da pasta. (Adaptado de Química, V.M.S.Gil)

domingo, 5 de julho de 2009

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Imagens que marcam a história: Madame Curie

Esta imagem retrata Madame Curie no laboratório. Apesar de não ser a primeira a contribuir para o avanço da ciência, tornou-se a primeira mulher a sair da obscuridade e a ganhar o Prémio Nobel da Física, em conjunto com o marido, pela descoberta da radioactividade. Em 1911 ganha o Prémio Nobel da Química, pela descoberta de dois elementos químicos: o polónio e o rádio, sendo a primeira pessoa a ganhar dois prémios nobel em duas áreas distintas da ciência.


A revista New Scientist elegeu Madame Curie a mulher mais influente da ciência. A sondagem pretendia sublinhar o contributo das mulheres para a investigação científica. A sondagem acabou também por mostrar a falta de modelos femininos modernos que inspirem as jovens a enveredar pelo campo da ciência (IOL, 2 de Julho de 2009)

quarta-feira, 1 de julho de 2009

NASA e Japão criam o mapa topográfico mais completo da Terra

A agência espacial norte-americana (NASA) e o Japão divulgaram ontem o mapa topográfico digital mais completo da Terra, abrangendo 99 por cento da superfície do planeta com 1,3 milhões de imagens captadas por satélite.
As fotografias foram recolhidas através da tecnologia japonesa Aster (Advanced Spaceborn Thermal Emission and Reflection Radiometer), a bordo do satélite Terra.
Os dados recolhidos estão disponíveis online de forma gratuita, informa a NASA em comunicado. Ler o resto da notícia. (retirado do Jornal Público, 1 de Julho de 2009)

(Na imagem Glaciares dos Himalaias)

Sonda Ulisses termina missão de 19 anos

A sonda europeia-norte-americana Ulisses termina hoje uma missão que durou quase 19 anos, em que realizou três circum-navegações sobre as regiões polares do Sol, informa a NASA .
O aparelho, enviado para o espaço a 6 de Outubro de 1990 a partir do vaivém Discovery, usou como trampolim a força de gravidade de Júpiter e explorou pela primeira vez as regiões sobre os pólos solares.
Agora, com 18 anos, 8 meses e 24 dias é a nave espacial mais antiga nas operações da Agência Espacial Europeia .
Hoje, um ano depois da data programada originalmente para o fim da missão, às 12h20 em Lisboa, os controlos da Ulisses orientarão a sonda até à Terra. Isto permitirá a maior capacidade de descarga de mensagens até à Estação de rastreio de Madrid, a última que terá contacto com a sonda antes de esta ser desligada.
Entre os numerosos avanços científicos obtidos com a ajuda de Ulisses, a missão mostrou que o campo magnético do Sol se expande até ao sistema planetário de uma forma mais complexa do que se acreditava anteriormente. Ler o resto da notícia. (Retirado do Jornal Expresso, 30 de Junho de 2009)