segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Portugueses à procura de vida fora do sistema solar

Há uma equipa de cientistas em Portugal envolvida na construção de um instrumento que poderá vir a detectar planetas com uma massa igual à da Terra. A missão do Espresso (Echelle SPectrograph for Rocky Exoplanet and Stable Spectroscopic Observations) é procurar e detectar planetas parecidos com a Terra, capazes de suportar vida.
A liderar a equipa em Portugal está o astrofísico português Nuno Santos, do Centro de Astrofísica da Universidade do Porto, que já participou na descoberta de outros exoplanetas. É mais uma prova de que cada vez menos precisamos de foguetões, viagens e astronautas para chegar ao que pode estar além do céu.
"A ideia é encontrar um planeta que esteja a uma tal distância da sua estrela que possa ter água límpida, que possa ter vida. Para detectar planetas nestas condições é preciso um instrumento como este", anuncia Nuno Santos, considerando que este será um passo decisivo para a procura de outras vidas fora do planeta Terra. Ler o resto da notícia. (Retirado do jornal Público, 3 de Agosto de 2009)

Sem comentários: