sábado, 13 de junho de 2009

Tabela Periódica ganha um novo elemento

A tabela periódica, a representação visual dos elementos químicos em função das suas propriedades atómicas, que se tornou um ícone da cultura científica do século XX e é referência obrigatória de qualquer aluno do secundário, vai ter um novo elemento. É oficial. Ainda não tem nome, mas o seu número atómico é 112, o que faz dele o elemento mais pesado até agora de toda a tabela. É também o primeiro novo elemento a entrar na tabela desde 2004.
Produzido pela primeira vez em 1996 por uma equipa internacional liderada pelo centro Helmoltz GSI para a investigação de iões pesados, em Darmsadt, o elemento 112 foi agora oficialmente reconhecido pela Union of Pure and Applied Chemistry (IUPAC), a organização internacional que tem autoridade para o fazer.
A IUPAC deu à equipa liderada pelo investigador Sigurd Hofmann a possibilidade de escolha do nome, e os cientistas esperam ter um nome escolhido dentro de algumas semanas. Depois caberá à IUPAC aceitar, ou não, a sugestão.
O último elemento que ocorre na natureza a ser descoberto, em 1925, foi o rénio. Desde então, os novos elementos que entraram para a tabela periódica foram produzidos pelos cientistas, através da fusão de átomos de diferentes substâncias. Ler o resto da notícia. (Retirado do Diário de Notícias, 13 de Junho de 2009)

Sem comentários: